CTIC/RNP lança chamada conjunta Brasil-União Europeia para projetos na área de TIC

Propostas devem ser enviadas até dia 21/4

 

A Secretaria de Políticas de Informática (Sepin) do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), por meio do seu Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Tecnologias Digitais para Informação e Comunicação (CTIC), lançam a 3ª Chamada Coordenada BR-UE em Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC). Os interessados terão até 21/4 para enviar suas propostas nos temas computação em nuvem, processamento de alto desempenho ou plataformas experimentais. O endereço para o envio é https://jems.sbc.org.br/ctic_eubr_3.

O objetivo da chamada é fortalecer a sinergia entre as competências existentes nas comunidades de pesquisa e desenvolvimento brasileiras e europeias. Com isso, será possível incrementar o compartilhamento de informações e conhecimento científico e tecnológico, recursos humanos qualificados e infraestruturas de P&D.

Segundo o coordenador de Projetos do CTIC, Wanderson Paim de Jesus, a 3ª chamada com a UE é uma grande oportunidade para propostas de alto nível científico e com previsão de resultados inovadores e aplicáveis. “O desafio é explorar os potenciais das duas comunidades, brasileira e europeia, na busca por soluções que se traduzam em benefícios para o mercado de TIC e para a sociedade”, completa.

Essa é a terceira etapa da cooperação de atividades de P&D na área de TIC entre Brasil e União Europeia, após os bem sucedidos lançamentos da primeira e da segunda Chamadas Coordenadas Brasil-UE, realizados, respectivamente, em 2010 e 2012.

Saiba como participar da 3ª Chamada Coordenada BR-UE em TIC

A oportunidade está aberta para professores e profissionais nas áreas de engenharia, computação, software, comunicação e redes de computadores; pesquisadores e especialistas de instituições de ensino e pesquisa nacionais e europeias, bem como de empresas brasileiras e estrangeiras; instituições de ensino e pesquisa e organizações com atuação nas áreas supracitadas.

A pretensão é alcançar uma estreita colaboração entre as comunidades de P&D brasileiras e europeias, considerando-se, em especial, instituições com forte envolvimento com indústrias, principalmente aquelas especializadas nos temas selecionados.

Mais informações na página de Chamadas Públicas deste site.