IoT-Flows

À medida que os sistemas de Internet das Coisas (IoT) são implantados mais amplamente, sua segurança está se tornando uma preocupação séria. Por exemplo, o malware Mirai comprometeu milhões de dispositivos IoT e os usou para lançar o maior ataque DDoS. O trabalho proposto visa desenvolver uma nova abordagem para reforçar a segurança dos sistemas IoT através de soluções de defesa que perpassam diversas camadas, como a de aplicação, rede e nos próprios dispositivos. O conceito central é baseado em políticas de fluxo: propõe-se primeiramente extrair as políticas de fluxo de aplicativos IoT e, em seguida, usar essas políticas para filtrar os fluxos desejados e detectar violações (fluxos diferentes daqueles indicados pelo app) nas camadas do dispositivo e da rede.